Notícias > Administracao

PRIMEIRA DOSE DA VACINA CONTRA FEBRE AMARELA NÃO PRECISA DE REFORÇO

PRIMEIRA DOSE DA VACINA CONTRA FEBRE AMARELA NÃO PRECISA DE REFORÇO

A Secretaria Municipal de Saúde informa para quem tomou a primeira dose da vacina contra a Febre Amarela, já pode ser considerado imune à doença. Não há motivos para pânico, pois quase toda população já foi vacinada.
Em 2009, quando houve surto de Febre Amarela nos bugios, praticamente toda a população de São José do Ouro foi imunizada. Naquela época a orientação era um reforço de 10 em 10 anos.
Desde o início de 2017, o Ministério da Saúde, depois de realizar estudos, suspendeu o reforço da vacinação contra a doença.
A Secretaria de Saúde traz a seguinte orientação à população:
- Não há casos da doença, nem de mortes de bugios em São José do Ouro e arredores;
- Toda vacina pode causar reação, então é importante verificar se já foi realizada;
- Pessoas com mais de 60 anos só podem receber a dose com atestado médico.
- A dose da vacina é disponibilizada na Unidade Básica de Saúde, toda sexta-feira à tarde;
- Quem tiver a primeira dose comprovada está imune e não há necessidade de reforço.
É importante que as pessoas levem a carteira de vacinação para confirmar se a primeira dose foi realizada ou não. Em caso de dúvidas, entrar em contato através do número: (54) 3352-1399.

Febre Amarela

A febre amarela é uma doença infecciosa aguda, de curta duração (no máximo 10 dias), gravidade variável, causada pelo vírus da febre amarela, que ocorre na América do Sul e na África.
Os sintomas são: febre, dor de cabeça, calafrios, náuseas, vômito, dores no corpo, icterícia (a pele e os olhos ficam amarelos) e hemorragias (de gengivas, nariz, estômago, intestino e urina).
A febre amarela é transmitida pela picada dos mosquitos transmissores infectados. A transmissão de pessoa para pessoa não existe.
O tratamento é apenas sintomático e requer cuidados na assistência ao paciente que, sob hospitalização, deve permanecer em repouso com reposição de líquidos e das perdas sanguíneas, quando indicado. Nas formas graves, o paciente deve ser atendido numa Unidade de Terapia Intensiva. Se o paciente não receber assistência médica, ele pode morrer.
A única forma de evitar a febre amarela silvestre é a vacinação contra a doença.

POSTADO EM: 31-01-2018

CONTATO

ATENDIMENTO